sexta-feira, 22 de abril de 2011

Idéias

Para ser um professor eficiente, não basta ter boa vontade. É preciso estudar muito e sempre, dedicar-se, planejar e pensar em diferentes estratégias e materiais para utilizar nas aulas. Para levar todos a aprender, é essencial ainda considerar as necessidades de cada um e avaliar constantemente os resultados alcançados. Seu desempenho, no entanto, só será realmente bom se você conhecer o que pensam os alunos e considerar que as famílias são parceiras no processo de ensino.
Confira as ações propostas.

1. Adapte o currículo da rede à realidade
Um plano de trabalho anual baseia-se no projeto pedagógico e deve estar de acordo com as necessidades de aprendizagem dos alunos da instituição.

2. "O trabalho em classe depende do que é feito antes e depois dele. Por isso, estude o assunto e pense nas melhores maneiras de ensiná-lo. Crie as condições para a aprendizagem.

3. Administre bem o horário de trabalho.
Distribuir os conteúdos pelo tempo das aulas é complicado. Para determinar as atividades prioritárias, baseie-se na experiência de anos anteriores e na de colegas. Pense na quantidade de horas que você vai dedicar aos estudos, à elaboração das aulas e à correção de tarefas.

4. Antecipe as respostas dos alunos.
Cada problema proposto por você provoca um efeito no grupo. Os alunos podem apresentar respostas e dúvidas variadas e seguir estratégias diversas de resolução. Antes de iniciar a aula, pense em intervenções que colaborem para todos avançarem em relação ao conteúdo tratado.

5. Selecione os recursos para cada atividade
Tudo o que será usado na aula precisa ser preparado com antecedência. Desse modo, todos terão à disposição os recursos mais adequados e úteis para a realização das diferentes tarefas.

6. Reorganize a sala de acordo com a tarefa
A adequação do ambiente é o primeiro passo para um trabalho produtivo. Por isso, deixe-o arrumado de forma compatível com a atividade a ser realizada.

7. Aproveite todo o material disponível

8. Não tranque os livros no armário
Obras de diferentes gêneros que compõem o acervo da escola precisam ficar disponíveis para consulta ou leitura por prazer. Coloque-as em uma sala de fácil acesso ou na própria classe, em prateleiras ou caixas à vista. Isso incentiva o hábito da leitura e o cuidado no manuseio das publicações.

9. Manter os trabalhos dos alunos expostos faz com que aprendam a apreciar e valorizar o que é do outro e acompanhar o que foi feito por todos.
10. Peça ajuda para arrumar os espaços
Ao terminar uma atividade, a responsabilidade por organizar a sala pode ser dividida com toda a turma.

11. Transgrida e mude sua prática
Experimente novos materiais, varie o tipo de atividade e reveja estratégias constantemente.


12. Exponha a rotina diariamente
É essencial mostrar o que você vai ensinar, explicitando os objetivos, o conteúdo tratado, em quanto tempo isso vai se dar e como será a dinâmica.

13. Negocie acordos com a garotada
Apenas exibir o regulamento que deve ser seguido na escola não convence crianças e jovens e, por isso, não funciona. Os famosos combinados também só são bem aceitos quando feitos coletivamente e não impostos por você de maneira disfarçada. Assim todos veem sentido nas regras e passam a adotá-las.

14. Tenha interesse pelas ideias dos estudantes
Ao propor atividades instigantes, em que são levantadas hipóteses, conheça o pensamento de cada um. O que eles dizem sobre aquele assunto? Esse conhecimento é fundamental para conduzir a aula. Em vez de apenas corrigir erros, encaminhe o raciocínio dos alunos para que solucionem o problema.

15. A lição de casa deve ser um momento individual de estudo, descoberta e reflexão.

16. Enriqueça seu trabalho com as parcerias
Se sua escola tem acordos com outras instituições, utilize os recursos disponibilizados por elas da melhor forma possível.

17. Ao formar grupos, junte saberes diversos
Seu papel na divisão da classe para atividades em equipe é fundamental. Considere muito mais do que afinidades e reúna aqueles com conhecimentos diferentes e próximos, que têm a aprender e ensinar. Explique que todos precisam atuar juntos para trocar informações, o que é diferente de cada um fazer uma parte da tarefa e juntar tudo no fim.

18. Acompanhe quem tem mais dificuldade
Não existem turmas homogêneas. Para atender os estudantes com diferentes graus de desenvolvimento, são necessárias estratégias variadas. Pense, com antecedência, em atividades que podem ser mais adequadas e desafiadoras para aqueles que não estão no mesmo nível da maioria.

19. Considere e valorize as competências

20. Valorize sua relação com a criança que tem algum tipo de deficiência para reconhecer suas necessidades: nada substitui o vínculo e o olhar observador.

21. Fique atento à experiência de todos
Em uma sala de aula, cada um tem uma história, vem de uma família diferente e tem uma bagagem de experiências culturais. Valorize essa.

22. Crie um ambiente de aceitação
Seu papel também é garantir que se estabeleçam relações de confiança e respeito. Por isso, torne constantes as propostas que proporcionam a cooperação, a amizade, o respeito às diferenças e o cuidado com o outro.
23. Dê o exemplo e não se omita no dia a dia
Assistir a uma situação em que ocorrem desrespeito ou preconceito sem reagir não condiz com o trabalho docente. Destaque os comportamentos éticos e não deixe que outro tipo de relação faça parte da rotina da escola.

24. Faça sempre o diagnóstico inicial
Antes de ensinar um conteúdo, faça o diagnóstico. Ele é uma ferramenta rica para registrar em que nível cada um está e o que falta para que os objetivos propostos sejam alcançados.
25. Diga ao aluno o que espera dele
Os critérios de avaliação devem estar sempre claros. Só quando o estudante sabe os objetivos de cada atividade e o que você espera, ele passa a se responsabilizar pelo próprio aprendizado.

26. Documente os trabalhos significativos
Registrar as atividades e guardar as produções mais relevantes é importante para analisar o percurso de cada um e o que foi vivido em sala.

27. Avalie o potencial de aprendizagem
Ao desafiar os jovens com questões sobre o que ainda não foi visto em sala, você analisa o percurso que estão construindo e a relação que fazem entre o conhecimento adquirido e informações novas.

28. Compartilhe os erros e os acertos
O principal objetivo das avaliações não deve ser atender à burocracia, ou seja, determinar as notas a ser enviadas à secretaria. A função delas é mostrar a você e à meninada o que foi aprendido e o que ainda falta. Por isso, compartilhe os resultados pontuando os erros e mostrando como podem ser revistos.

29. Na hora de avaliar, note três aspectos: o avanço de todo o grupo, as mudanças de cada estudante e o aprendizado dele em relação à turma.

30. Use a avaliação para mudar o rumo
Propostos durante todo o ano, provas, seminários, relatórios e debates mostram o que a garotada aprendeu ao longo do processo. Essas ferramentas só são úteis quando servem para você redirecionar a prática e oferecer pistas sobre novas estratégias ou como trabalhar conteúdos de ensino.

31. Reflita sobre sua atuação para melhorar
A autoavaliação é preciosa para ajudar a perceber fragilidades. Todos os dias, ocorrem situações que permitem repensar o trabalho em sala e o contato estabelecido com a equipe e a família dos alunos.

32. Paute as reuniões com os pais
Os assuntos tratados em cada encontro devem ser determinados de acordo com o que está sendo desenvolvido naquele momento com os alunos.

33. Faça parcerias com os responsáveis
A reunião de pais não é o momento de críticas, mas de favorecer a participação e a parceria deles com você. Para isso, diga como a escola vê o processo de aprendizagem e mostre a produção dos alunos.

34. Informe-se sobre os familiares
Durante as reuniões, peça que os pais se apresentem e digam o que fazem.

35. Muitos pais não se manifestam nas reuniões porque não sabem quais são os objetivos da escola. Quando o professor apresenta informações como essas, a participação aumenta.

36. Resolva as questões recorrentes
As reclamações citadas com frequência pelos pais devem, sempre que possível, ser levadas em conta para que sejam solucionadas rapidamente. Dar atenção às falas legitima a participação deles.

37. Olhe para o entorno e participe
Levando em conta as características e as necessidades da comunidade em que está inserida a escola, proponha maneiras de organizar ações com o objetivo de alcançar o bem-estar.

38. Planeje com a ajuda dos colegas
Uma aula só é boa se é bem preparada. Aproveite o horário de trabalho pedagógico coletivo para isso. Você pode compartilhar ideias, articular conteúdos e planejar projetos em conjunto, medidas indispensáveis para construir uma escola de qualidade.

39. Recorra ao coordenador pedagógico
Para pensar as avaliações, dar ideias sobre materiais de uso em sala ou como trabalhar determinado conteúdo, o coordenador pedagógico é um parceiro. Convide-o a observar as aulas e indicar atividades e formas de aprimorar sua relação com o grupo.

40. Discuta sobre o ensino e a aprendizagem
Ao trocar ideias com outros professores, dê menos ênfase às questões de comportamento dos estudantes e mais às relativas à aprendizagem.

41. Priorize as relações profissionais
Uma boa convivência entre os colegas de trabalho deve ser pautada pelo conhecimento, pela colaboração e pela cooperação.

42. Tanto professores mais experientes como profissionais mais jovens podem ser seus parceiros. Respeite as opiniões deles

43. Identifique e supere suas dificuldades
O primeiro passo para buscar mudanças é determinar suas falhas. Invista no que pode ser aperfeiçoado.

44. Mostre seu trabalho em outros lugares
Depois de organizar suas produções, compartilhe-as com os colegas. Conte a eles o desempenho das classes e o resultado das atividades.

45. Aprenda com a prática dos outros
Os cursos de formação são os momentos mais ricos para conhecer educadores. As experiências trazidas por eles podem enriquecer seu repertório, ajudando a lidar com diferentes situações.

46. Continue os estudos para crescer sempre
Faz parte do trabalho docente pesquisar e ficar em dia com o que há de novo na área.

47. Use a tecnologia para ensinar
Muitos jovens devem ter melhor domínio do computador do que você. Procure capacitação para incorporar recursos que aprimorem o ensino da disciplina que você leciona.

48. Assista a palestras sobre sua área
Para conhecer resultados de uma nova pesquisa, se aprofundar em algum assunto e ampliar um saber, assistir a palestras é uma boa opção.

49. O professor é alguém inspirador, seguido pelos alunos. Por isso, seja uma pessoa melhor ao diversificar seus interesses e conhecimentos e observar o mundo.

50. Procure planejar seu futuro
Faça uma ampla pesquisa para acertar nas mudanças, alavancar sua carreira e se tornar um professor melhor.
Planejamento Anual

Objetivos Gerais
• Desenvolver a atenção;
• Adquirir o hábito de ouvir, falar e organizar o pensamento lógico;
• Posicionar – se de maneira critica, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o dialogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas;
• Desenvolver o interesse pelas descobertas feitas por meio de situações concretas na sala;
• Enfrentar e compreender novas situações;
• Transmitir valores como: noções de cidadania, respeito ao próximo, disciplina e solidariedade.
• Despertar o interesse pelas descobertas feitas durante as atividades;
• Participar das atividades com interesse e satisfação;
• Familiarizar – se com a imagem do próprio corpo;
• Desenvolver noções de cidadania;
• Ampliar a maneira de ver as coisas;
• Estimular as percepções sensoriais.

Conteúdos
Língua Portuguesa


• Atividades:
- Coordenação motora
- Orientação espacial
- Análise e síntese
- Percepção auditiva
- Comunicação
• As vogais
• Revisando as vogais
• Juntando as vogais
• Vamos brincar

Matemática

• Labirinto
• Cores
- Vermelho
- Amarelo
- Azul
- Verde
• Seqüência lógica
• Completando figuras
• Conceitos básicos : igual e diferente
• Quantidade
- Muito – pouco
- Mais – menos
- Mesma quantidade
• Tamanho
- Grande – pequeno
- Maior – menor
- Alto – baixo
- Comprido – curto
• Espessura
- Grosso – fino
- Largo – estreito
• Posição
- Longe – perto
- Em cima em baixo
- Dentro – fora
- Aberto – fechado
• Medidas
- Leve – pesado
- Cheio – vazio
• Geometria
- Curvas fechadas
- Curvas abertas
- Circulo
- Quadrado
- Triangulo
• Os numerais
- 0 a 9
- Revisão
• Vamos brincar

Natureza
• Nosso corpo
• Órgãos dos sentidos
• Hábitos de higiene
• Os animais
• As plantas
• O dia e a noite
• O Sol e a chuva
• Vamos brincar

Sociedade
• A criança
• A família
• A casa
• A escola
• A comunidade
• Meios de transporte
• Meios de comunicação
• As profissões
• Datas comemorativas
• Vamos brincar

Metodologias Gerais
As aulas serão desenvolvidas numa interação, utilizando – se dos recursos:
• Bingos
• Dialogo
• Álbum de fotos
• Livro didático
• Cartazes
• Passeios
• Desfiles e apresentações
• Materiais concretos
• Semáforos –jornais
• Desenhos livres – cantinho da leitura
• Teatro – desenhos literários
• Fantoches – quadro e giz
• Dedoches – tarefas xerocopiadas
• Recorte – colagens – exposições
• Filmes – musicas – poesias
• Historias
• Dramatizações
• Dinâmicas diversas
• Jogos – brincadeiras
• Pintura a dedo

Avaliação Geral
No que se refere à avaliação, ela deve ser entendida como um instrumento de compreensão do nível de aprendizagem dos alunos em relação aos conceitos estudados às competências e às habilidades desenvolvidas. Essa relação deve ser continua para que o educador consiga perceber os avanços e as dificuldades dos alunos e, assim reavaliar sua prática e , se for preciso redirecionar suas ações.

Quanto às avaliações individuais, é importante observar o desempenho da criança quanto a:
• Participação
• Disciplina
• Atenção
• Coordenação visual e motora
• Cooperação
• Justiça
• Interesse
• Desenvolvimento da aprendizagem
• Higiene
• Raciocínio lógico

Planejamento Anual 2º Período

Linguagem Oral e Escrita

Objetivos:
1. Desenvolver a capacidade de expressar-se oralmente com a clareza necessária para ser compreendido.
2. Estimular o interesse pela descoberta do código escrito no meio em que vive.
3. Desenvolver a habilidade de identificar e traçar corretamente as letras e números.
Fevereiro
• Coordenação Visomotora
• Grafismos
• União de pontos
• Desenhos, Pinturas, Recorte e Colagem,
• Labirinto
• Dobraduras
• Vogais - A a, E e, I i, O o, U, u
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
Março
• Percepção visual
• Identificação de partes do todo
• Descobrir diferenças
• Localizar semelhanças
• Encontros vocálicos
• Revisão das vogais - a, e, i, o u.
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Encontro de vogais
Abril
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
• Letras B - C - D
Maio
• Trabalhar com as consoantes
• Identificar e grafar as consoantes minúsculas e maiúsculas
• As letras F - G - H
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• desenhos
Junho/Julho
• As letras J - K - L
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Agosto
• As Letras M - N - P
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• desenho
Setembro
• As letras Q - R - S
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Outubro
• As letras T - V - W
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Novembro
• As Letras X - Y - Z
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
• Nome completo
Dezembro
• Nome completo de letra cursiva
• Revisão do alfabeto e famílias silabicas
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons

Matemática

Objetivos:
1. Desenvolver na criança a capacidade de pensar logicamente;
2. Trabalhar problemas relacionados ao seu cotidiano para melhor entendimento do meio em que vive.
Fevereiro
• Coordenação motora
• Numerais de 0, 1 e 2
• Grafismo
• Contorno de figuras
• Desenho
• Pintura
• Recorte e Colagem
• Labirinto
Março
• Discriminação Visual
• Números 3, 4 e 5
• Forma e cor
• Igual/Diferente
• Camuflagem
• Complementação de figuras
• Detalhes de cena
• Relações e afinidades
Abril
• Orientação temporal
• Antes/depois
• Ontem/hoje/amanhã
• Dia/noite
Maio
• Orientação espacial
• atrás/na frente/no meio/entre
• aberto/fechado
• de frente/de costas
• em cima/embaixo
• em pé/deitado/sentado
• mais longe/mais perto
• mesma posição/posição diferente
• Números 6, 7, 8, 9 e 10
Junho/Julho
• Noções de geometria
• Linhas abertas e fechadas
• Números 11 e 12.
• Mesma forma
• Triângulo - Quadrado - Círculo
Agosto
• Relações de dimensão
• curto/comprido
• grande/pequeno/mesmo tamanho
• grosso/fino
• mais alto/mais baixo
• Revisão dos números de 0 a 12.
Setembro
• Seqüência e seriação - números
• Relações de massa e volume
• cheio/vazio
• leve/pesado
• Ontem/hoje/amanhã (revisar)
Outubro
• Relações de quantidade
• Mais/menos/ muito/pouco/nenhum
• Números 13, 14 e 15.
Novembro
• Noções de adição/subtração
• Noções de conjunto
• Números 15, 16, 17, 18, 19 e 20
• Par/ímpar
Dezembro
• Revisão de toda a matéria
Natureza e Sociedade

Objetivos:
1. Aprofundar as vivências relacionadas à família, à escola, ao grupo de amigos e colegas;
2. Levar a criança a incorporar normas de conduta social, costumes e convenções que fazem parte da cultura em que vive e que são exigidos no processo de adaptação do sujeito à sociedade a que pertence;
3. Organizar e sistematizar os conhecimentos relacionados com a natureza em transformação, aos seres vivos, à ecologia e à qualidade de vida (higiene e saúde).
FEVEREIRO
Carnaval.
A origem do nome.
Endereço e Telefone
Descendência familiar.
MARÇO
O bairro e a origem da Escola.
ABRIL
Os tipos de casa e as localizações.
Quais os tipos de habitantes.
Dia do Índio e Descobrimento do Brasil
Páscoa
MAIO
As profissões.
O trabalho.
Dia das mães.
JUNHO/JULHO
Cidades e Regiões
Festa Junina
AGOSTO
Folclore
Dia dos Pais
SETEMBRO
Os meios de Transporte e o Trânsito.
Dia da Árvore
Primavera
OUTUBRO
Animais em extinção.
Dia das Crianças
NOVEMBRO
Proclamação da República e Dia da Bandeira
Meios de Comunicação
DEZEMBRO
Natal
Planejamento Anual

Objetivos Gerais
• Desenvolver a atenção;
• Adquirir o hábito de ouvir, falar e organizar o pensamento lógico;
• Posicionar – se de maneira critica, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o dialogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas;
• Desenvolver o interesse pelas descobertas feitas por meio de situações concretas na sala;
• Enfrentar e compreender novas situações;
• Transmitir valores como: noções de cidadania, respeito ao próximo, disciplina e solidariedade.
• Despertar o interesse pelas descobertas feitas durante as atividades;
• Participar das atividades com interesse e satisfação;
• Familiarizar – se com a imagem do próprio corpo;
• Desenvolver noções de cidadania;
• Ampliar a maneira de ver as coisas;
• Estimular as percepções sensoriais.

Conteúdos
Língua Portuguesa


• Atividades:
- Coordenação motora
- Orientação espacial
- Análise e síntese
- Percepção auditiva
- Comunicação
• As vogais
• Revisando as vogais
• Juntando as vogais
• Vamos brincar

Matemática

• Labirinto
• Cores
- Vermelho
- Amarelo
- Azul
- Verde
• Seqüência lógica
• Completando figuras
• Conceitos básicos : igual e diferente
• Quantidade
- Muito – pouco
- Mais – menos
- Mesma quantidade
• Tamanho
- Grande – pequeno
- Maior – menor
- Alto – baixo
- Comprido – curto
• Espessura
- Grosso – fino
- Largo – estreito
• Posição
- Longe – perto
- Em cima em baixo
- Dentro – fora
- Aberto – fechado
• Medidas
- Leve – pesado
- Cheio – vazio
• Geometria
- Curvas fechadas
- Curvas abertas
- Circulo
- Quadrado
- Triangulo
• Os numerais
- 0 a 9
- Revisão
• Vamos brincar

Natureza
• Nosso corpo
• Órgãos dos sentidos
• Hábitos de higiene
• Os animais
• As plantas
• O dia e a noite
• O Sol e a chuva
• Vamos brincar

Sociedade
• A criança
• A família
• A casa
• A escola
• A comunidade
• Meios de transporte
• Meios de comunicação
• As profissões
• Datas comemorativas
• Vamos brincar

Metodologias Gerais
As aulas serão desenvolvidas numa interação, utilizando – se dos recursos:
• Bingos
• Dialogo
• Álbum de fotos
• Livro didático
• Cartazes
• Passeios
• Desfiles e apresentações
• Materiais concretos
• Semáforos –jornais
• Desenhos livres – cantinho da leitura
• Teatro – desenhos literários
• Fantoches – quadro e giz
• Dedoches – tarefas xerocopiadas
• Recorte – colagens – exposições
• Filmes – musicas – poesias
• Historias
• Dramatizações
• Dinâmicas diversas
• Jogos – brincadeiras
• Pintura a dedo

Avaliação Geral
No que se refere à avaliação, ela deve ser entendida como um instrumento de compreensão do nível de aprendizagem dos alunos em relação aos conceitos estudados às competências e às habilidades desenvolvidas. Essa relação deve ser continua para que o educador consiga perceber os avanços e as dificuldades dos alunos e, assim reavaliar sua prática e , se for preciso redirecionar suas ações.

Quanto às avaliações individuais, é importante observar o desempenho da criança quanto a:
• Participação
• Disciplina
• Atenção
• Coordenação visual e motora
• Cooperação
• Justiça
• Interesse
• Desenvolvimento da aprendizagem
• Higiene
• Raciocínio lógico

Planejamento Anual 2º Período

Linguagem Oral e Escrita

Objetivos:
1. Desenvolver a capacidade de expressar-se oralmente com a clareza necessária para ser compreendido.
2. Estimular o interesse pela descoberta do código escrito no meio em que vive.
3. Desenvolver a habilidade de identificar e traçar corretamente as letras e números.
Fevereiro
• Coordenação Visomotora
• Grafismos
• União de pontos
• Desenhos, Pinturas, Recorte e Colagem,
• Labirinto
• Dobraduras
• Vogais - A a, E e, I i, O o, U, u
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
Março
• Percepção visual
• Identificação de partes do todo
• Descobrir diferenças
• Localizar semelhanças
• Encontros vocálicos
• Revisão das vogais - a, e, i, o u.
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Encontro de vogais
Abril
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
• Letras B - C - D
Maio
• Trabalhar com as consoantes
• Identificar e grafar as consoantes minúsculas e maiúsculas
• As letras F - G - H
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• desenhos
Junho/Julho
• As letras J - K - L
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Agosto
• As Letras M - N - P
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• desenho
Setembro
• As letras Q - R - S
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Outubro
• As letras T - V - W
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Novembro
• As Letras X - Y - Z
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
• Nome completo
Dezembro
• Nome completo de letra cursiva
• Revisão do alfabeto e famílias silabicas
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons

Matemática

Objetivos:
1. Desenvolver na criança a capacidade de pensar logicamente;
2. Trabalhar problemas relacionados ao seu cotidiano para melhor entendimento do meio em que vive.
Fevereiro
• Coordenação motora
• Numerais de 0, 1 e 2
• Grafismo
• Contorno de figuras
• Desenho
• Pintura
• Recorte e Colagem
• Labirinto
Março
• Discriminação Visual
• Números 3, 4 e 5
• Forma e cor
• Igual/Diferente
• Camuflagem
• Complementação de figuras
• Detalhes de cena
• Relações e afinidades
Abril
• Orientação temporal
• Antes/depois
• Ontem/hoje/amanhã
• Dia/noite
Maio
• Orientação espacial
• atrás/na frente/no meio/entre
• aberto/fechado
• de frente/de costas
• em cima/embaixo
• em pé/deitado/sentado
• mais longe/mais perto
• mesma posição/posição diferente
• Números 6, 7, 8, 9 e 10
Junho/Julho
• Noções de geometria
• Linhas abertas e fechadas
• Números 11 e 12.
• Mesma forma
• Triângulo - Quadrado - Círculo
Agosto
• Relações de dimensão
• curto/comprido
• grande/pequeno/mesmo tamanho
• grosso/fino
• mais alto/mais baixo
• Revisão dos números de 0 a 12.
Setembro
• Seqüência e seriação - números
• Relações de massa e volume
• cheio/vazio
• leve/pesado
• Ontem/hoje/amanhã (revisar)
Outubro
• Relações de quantidade
• Mais/menos/ muito/pouco/nenhum
• Números 13, 14 e 15.
Novembro
• Noções de adição/subtração
• Noções de conjunto
• Números 15, 16, 17, 18, 19 e 20
• Par/ímpar
Dezembro
• Revisão de toda a matéria
Natureza e Sociedade

Objetivos:
1. Aprofundar as vivências relacionadas à família, à escola, ao grupo de amigos e colegas;
2. Levar a criança a incorporar normas de conduta social, costumes e convenções que fazem parte da cultura em que vive e que são exigidos no processo de adaptação do sujeito à sociedade a que pertence;
3. Organizar e sistematizar os conhecimentos relacionados com a natureza em transformação, aos seres vivos, à ecologia e à qualidade de vida (higiene e saúde).
FEVEREIRO
Carnaval.
A origem do nome.
Endereço e Telefone
Descendência familiar.
MARÇO
O bairro e a origem da Escola.
ABRIL
Os tipos de casa e as localizações.
Quais os tipos de habitantes.
Dia do Índio e Descobrimento do Brasil
Páscoa
MAIO
As profissões.
O trabalho.
Dia das mães.
JUNHO/JULHO
Cidades e Regiões
Festa Junina
AGOSTO
Folclore
Dia dos Pais
SETEMBRO
Os meios de Transporte e o Trânsito.
Dia da Árvore
Primavera
OUTUBRO
Animais em extinção.
Dia das Crianças
NOVEMBRO
Proclamação da República e Dia da Bandeira
Meios de Comunicação
DEZEMBRO
Natal
Planejamento Anual

Objetivos Gerais
• Desenvolver a atenção;
• Adquirir o hábito de ouvir, falar e organizar o pensamento lógico;
• Posicionar – se de maneira critica, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o dialogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas;
• Desenvolver o interesse pelas descobertas feitas por meio de situações concretas na sala;
• Enfrentar e compreender novas situações;
• Transmitir valores como: noções de cidadania, respeito ao próximo, disciplina e solidariedade.
• Despertar o interesse pelas descobertas feitas durante as atividades;
• Participar das atividades com interesse e satisfação;
• Familiarizar – se com a imagem do próprio corpo;
• Desenvolver noções de cidadania;
• Ampliar a maneira de ver as coisas;
• Estimular as percepções sensoriais.

Conteúdos
Língua Portuguesa


• Atividades:
- Coordenação motora
- Orientação espacial
- Análise e síntese
- Percepção auditiva
- Comunicação
• As vogais
• Revisando as vogais
• Juntando as vogais
• Vamos brincar

Matemática

• Labirinto
• Cores
- Vermelho
- Amarelo
- Azul
- Verde
• Seqüência lógica
• Completando figuras
• Conceitos básicos : igual e diferente
• Quantidade
- Muito – pouco
- Mais – menos
- Mesma quantidade
• Tamanho
- Grande – pequeno
- Maior – menor
- Alto – baixo
- Comprido – curto
• Espessura
- Grosso – fino
- Largo – estreito
• Posição
- Longe – perto
- Em cima em baixo
- Dentro – fora
- Aberto – fechado
• Medidas
- Leve – pesado
- Cheio – vazio
• Geometria
- Curvas fechadas
- Curvas abertas
- Circulo
- Quadrado
- Triangulo
• Os numerais
- 0 a 9
- Revisão
• Vamos brincar

Natureza
• Nosso corpo
• Órgãos dos sentidos
• Hábitos de higiene
• Os animais
• As plantas
• O dia e a noite
• O Sol e a chuva
• Vamos brincar

Sociedade
• A criança
• A família
• A casa
• A escola
• A comunidade
• Meios de transporte
• Meios de comunicação
• As profissões
• Datas comemorativas
• Vamos brincar

Metodologias Gerais
As aulas serão desenvolvidas numa interação, utilizando – se dos recursos:
• Bingos
• Dialogo
• Álbum de fotos
• Livro didático
• Cartazes
• Passeios
• Desfiles e apresentações
• Materiais concretos
• Semáforos –jornais
• Desenhos livres – cantinho da leitura
• Teatro – desenhos literários
• Fantoches – quadro e giz
• Dedoches – tarefas xerocopiadas
• Recorte – colagens – exposições
• Filmes – musicas – poesias
• Historias
• Dramatizações
• Dinâmicas diversas
• Jogos – brincadeiras
• Pintura a dedo

Avaliação Geral
No que se refere à avaliação, ela deve ser entendida como um instrumento de compreensão do nível de aprendizagem dos alunos em relação aos conceitos estudados às competências e às habilidades desenvolvidas. Essa relação deve ser continua para que o educador consiga perceber os avanços e as dificuldades dos alunos e, assim reavaliar sua prática e , se for preciso redirecionar suas ações.

Quanto às avaliações individuais, é importante observar o desempenho da criança quanto a:
• Participação
• Disciplina
• Atenção
• Coordenação visual e motora
• Cooperação
• Justiça
• Interesse
• Desenvolvimento da aprendizagem
• Higiene
• Raciocínio lógico

Planejamento Anual 2º Período

Linguagem Oral e Escrita

Objetivos:
1. Desenvolver a capacidade de expressar-se oralmente com a clareza necessária para ser compreendido.
2. Estimular o interesse pela descoberta do código escrito no meio em que vive.
3. Desenvolver a habilidade de identificar e traçar corretamente as letras e números.
Fevereiro
• Coordenação Visomotora
• Grafismos
• União de pontos
• Desenhos, Pinturas, Recorte e Colagem,
• Labirinto
• Dobraduras
• Vogais - A a, E e, I i, O o, U, u
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
Março
• Percepção visual
• Identificação de partes do todo
• Descobrir diferenças
• Localizar semelhanças
• Encontros vocálicos
• Revisão das vogais - a, e, i, o u.
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Encontro de vogais
Abril
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
• Letras B - C - D
Maio
• Trabalhar com as consoantes
• Identificar e grafar as consoantes minúsculas e maiúsculas
• As letras F - G - H
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• desenhos
Junho/Julho
• As letras J - K - L
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Agosto
• As Letras M - N - P
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• desenho
Setembro
• As letras Q - R - S
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Outubro
• As letras T - V - W
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
Novembro
• As Letras X - Y - Z
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons
• Desenhos
• Nome completo
Dezembro
• Nome completo de letra cursiva
• Revisão do alfabeto e famílias silabicas
• Recorte e Colagem
• A escrita como forma de comunicação
• Relatos de experiências
• Conversas
• Histórias
• Ampliação de Vocabulário
• Sons

Matemática

Objetivos:
1. Desenvolver na criança a capacidade de pensar logicamente;
2. Trabalhar problemas relacionados ao seu cotidiano para melhor entendimento do meio em que vive.
Fevereiro
• Coordenação motora
• Numerais de 0, 1 e 2
• Grafismo
• Contorno de figuras
• Desenho
• Pintura
• Recorte e Colagem
• Labirinto
Março
• Discriminação Visual
• Números 3, 4 e 5
• Forma e cor
• Igual/Diferente
• Camuflagem
• Complementação de figuras
• Detalhes de cena
• Relações e afinidades
Abril
• Orientação temporal
• Antes/depois
• Ontem/hoje/amanhã
• Dia/noite
Maio
• Orientação espacial
• atrás/na frente/no meio/entre
• aberto/fechado
• de frente/de costas
• em cima/embaixo
• em pé/deitado/sentado
• mais longe/mais perto
• mesma posição/posição diferente
• Números 6, 7, 8, 9 e 10
Junho/Julho
• Noções de geometria
• Linhas abertas e fechadas
• Números 11 e 12.
• Mesma forma
• Triângulo - Quadrado - Círculo
Agosto
• Relações de dimensão
• curto/comprido
• grande/pequeno/mesmo tamanho
• grosso/fino
• mais alto/mais baixo
• Revisão dos números de 0 a 12.
Setembro
• Seqüência e seriação - números
• Relações de massa e volume
• cheio/vazio
• leve/pesado
• Ontem/hoje/amanhã (revisar)
Outubro
• Relações de quantidade
• Mais/menos/ muito/pouco/nenhum
• Números 13, 14 e 15.
Novembro
• Noções de adição/subtração
• Noções de conjunto
• Números 15, 16, 17, 18, 19 e 20
• Par/ímpar
Dezembro
• Revisão de toda a matéria
Natureza e Sociedade

Objetivos:
1. Aprofundar as vivências relacionadas à família, à escola, ao grupo de amigos e colegas;
2. Levar a criança a incorporar normas de conduta social, costumes e convenções que fazem parte da cultura em que vive e que são exigidos no processo de adaptação do sujeito à sociedade a que pertence;
3. Organizar e sistematizar os conhecimentos relacionados com a natureza em transformação, aos seres vivos, à ecologia e à qualidade de vida (higiene e saúde).
FEVEREIRO
Carnaval.
A origem do nome.
Endereço e Telefone
Descendência familiar.
MARÇO
O bairro e a origem da Escola.
ABRIL
Os tipos de casa e as localizações.
Quais os tipos de habitantes.
Dia do Índio e Descobrimento do Brasil
Páscoa
MAIO
As profissões.
O trabalho.
Dia das mães.
JUNHO/JULHO
Cidades e Regiões
Festa Junina
AGOSTO
Folclore
Dia dos Pais
SETEMBRO
Os meios de Transporte e o Trânsito.
Dia da Árvore
Primavera
OUTUBRO
Animais em extinção.
Dia das Crianças
NOVEMBRO
Proclamação da República e Dia da Bandeira
Meios de Comunicação
DEZEMBRO
Natal

Planejamento - Segundo período

Áreas de conhecimento

- Conhecimento Lingüístico:
• . Linguagem oral
• . Linguagem escrita
-Artes:
• Expressão plástica
• Expressão corporal
• Música
- Matemática
- Conhecimento de Mundo:
• . Ciências naturais
• . Ciências sociais

Objetivos:

- Conhecimento Lingüístico:

• Saber usar a língua como veículo de comunicação;
• Perceber a diferença entre palavra falada e escrita, iniciando-se a sistematização da alfabetização;
• Desenvolver a capacidade de pensar e expressar idéias;
• Expandir a capacidade de criação;
• Familiarizar-se com a leitura e escrita por meio do manuseio de livros, revistas e outros portadores de texto e da vivência de diversas situações nas qual seu uso se faça necessário;
• Reconhecer, ler e escrever o alfabeto;
• Desenvolver a habilidade de utilização de meios naturais de comunicação: linguagem, visão, audição, tato;
• Desenvolver atitudes de cooperação e iniciativa;
• Desenvolver destrezas e habilidade de acordo com as possibilidades individuais;
• Desenvolver a habilidade de expressar as vivências emocionais;
• Desenvolver a coordenação motora;
• Desenvolver a criatividade;
• Adquirir habilidades e soluções próprias através do desenho, da pintura, da construção, da modelagem, etc.

- Estratégias:

• Roda da conversa;
• Utilização de crachá;
• Alfabeto móvel;
• Confecção de cartazes;
• Atividades mimiografadas;
• Apresentação de histórias, músicas, poesias, parlendas.
• Jogos diversos (bingo de letras, quebra-cabeça letra/desenho, etc.);
• Leitura compartilhada;
• Proporcionar exercícios de atitudes de cortesia (bom dia, com licença, por favor, obrigado, desculpe-me, etc);
• Pesquisa, recorte e colagem.

Objetivos:

- Matemática:

• Preparar a criança para a vida, desenvolvendo seu raciocínio lógico e rápido, resolvendo pequenos desafios do dia a dia e descobrindo o mundo que a cerca através de novas experiências;
• Reconhecer a importância dos números em situações do cotidiano;
• Reconhecer e escrever numerais, relacionando-os a sua quantidade;
• Utilizar corretamente o vocabulário matemático (perto/longe, dentro/fora, maior/menor, mais/menos, etc).

Estratégias:

• Exploração do calendário;
• Bingo de números e quantidades;
• Uso de material concreto para contagem;
• Atividades mimiografadas;
• Jogos diversos;
• Brincadeiras;
• Pesquisas, recorte e colagem.

Objetivos:

- Artes:

• Produzir trabalhos utilizando a linguagem artística, o cuidado e respeito pelo processo de criação pessoal e coletiva;
• Organizar e cuidar dos materiais utilizados bem como do ambiente de produção;
• Apreciar o próprio trabalho e o dos colegas;
• Explorar e identificar elementos da música para se expressar, interagir com os outros e ampliar seu conhecimento de mundo;
• Conhecer e ordenar seus movimentos;

Estratégias:

• Propiciar atividades plásticas, que utilizem materiais diversificados, criando um ambiente de uso coletivo e organização dos materiais, assim como de apreciação dos próprios trabalhos e dos colegas;
• Ouvir as músicas para apreciação;
• Cantar vivenciando os movimentos da música;
• Desenvolver atividades que explorem o corpo e suas capacidades.

Objetivos:

- Conhecimento de Mundo:

• Interessar-se e demonstrar curiosidade pelo mundo social e natural;
• Estabelecer algumas relações entre o modo de vida característico de seu grupo social e de outros grupos;
• Estabelecer algumas relações entre o meio ambiente e as formas de vida que ali se estabelecem, valorizando sua importância para a preservação das espécies e para a qualidade de vida humana.

Estratégias:

• Roda da conversa;
• Confecção de cartazes;
• Atividades mimiografadas;
• Atividades que envolvam a observação;
• Levantamento dos conhecimentos prévios;
• Uso de músicas e filmes sobre o tema;
• Pesquisas, recortes e colagens.


Projetos que serão desenvolvidos no decorrer do ano letivo:

1. Artes:

• 1º semestre – Tarsila do Amaral.
• 2º semestre – Romero Brito.

2. Eca:

• Mês de outubro.

3. Movpaz:
• Todo o ano letivo.

Fevereiro
Tema: Identidade – Família – Valores

Justificativa:
Pretendemos que a criança se conheça e se adapte a escola e a vida social, desenvolvendo atitudes de polidez, respeito e compreenda a necessidade de cooperação de todos os membros da família e da escola entre si.

Objetivos: específicos:
• Levar os alunos a identificar o corpo humano como um todo e as partes que o compõem desenvolvendo hábitos de higiene;
• Levar a criança a identificar as pessoas da família e valorizá-la;
• Levar a criança a demonstrar cortesia e urbanidade no trato com os outros.

Conteúdo:

Conhecimento Lingüístico:
. Linguagem oral:
• histórias;
• Interações através da linguagem;
• descrição de cenas em família;
• conversa sobre o respeito ao próximo, direitos e deveres.

. Linguagem escrita:
• desenho da criança, familiares.
• reconhecimento e escrita do nome;
• reconhecer, ler e escrever letras do alfabeto contextualizadas.

. Expressão plástica:
• massa de modelar;
• giz de cera;
• quebra-cabeça e colagem do corpo humano;
• recorte com a mão e tesoura;
• uso correto da cola;
• colagem de papel picado.

. Expressão corporal e musical:
• movimento do corpo com uso de música;
• brincadeiras sobre valores;
• músicas envolvendo o nome das crianças.

Matemática:
• número de irmãos;
• relações de parentesco;
• seriação (tamanho, idade);
• classificação (objetos de uso da família);
• exploração de conhecimento do corpo;
• noções de grandeza: maior/menor, grosso/fino, alto/baixo;
• noções de tempo (calendário - dia da semana, mês, ano);
• simbolização (tempo: ensolarado, nublado, chuvoso);
• figura geométrica (quadrado);
• cores primárias;
• seriação dos familiares: mais velho, mais novo.

Conhecimento de Mundo:
. Ciências naturais:
• ser humano;
• conhecimento das etapas da vida;
• conhecimento das partes do corpo;
• exploração dos órgãos dos sentidos;
• necessidades do homem (água, alimento, ar);
• higiene do corpo.

Ciências naturais:
• conhecimento das verduras, legumes, frutas;
• como consumi-los;
• como são preparados;
• características dos diferentes instrumentos de trabalho (forma, tamanho, material, etc).


. Ciências sociais:
• os produtos que usamos em casa (alimentos, higiene, etc):
• quem produz;
• onde vende.
• trabalho dos alunos (tarefas, brincadeiras);
• as diferentes profissões;
• qual a função social de algumas profissões (as pesquisadas pelos alunos);
• ser generoso (Projeto Movpaz).

Junho/2009
Tema: Festa Junina - zona urbana- zona rural

Justificativa:
Fazer com que as crianças compreendam a importância da interdependência entre o ambiente urbano e rural e a origem folclórica da Festa Junina.

Objetivos: específicos;
• Levar as crianças a conhecerem os usos e costumes das Festas juninas;
• Levar os alunos a perceberem que a zona urbana depende da zona rural e vice e versa.

Conteúdo:

Conhecimento Lingüístico:
. Linguagem oral:
• músicas típicas;
• lendas;
• origem da quadrilha;
• fogos de artifício, balão, bombinha;
• instrumentos usados nas festas (sanfona, violão, etc);
• a origem da festa junina (folclore).

. Linguagem escrita:
• pesquisa de comidas típicas;
• convites;
• reconhecer, ler e escrever letras do alfabeto contextualizadas.



. Expressão plástica:
• recorte/colagem; confeccionar caipirinhas (roupas, chapéu).
• quebra cabeça;
• construção de dobraduras juninas;
• cores (bandeirinhas, balão, fichas, etc);
• confecção de bandeirinhas.

. Expressão corporal e musical:
• danças juninas;
• movimentar-se ao ritmo de músicas lentas ou cantadas;
• cantar músicas folclóricas com gestos.

Matemática:
• quantidades (pesquisa das preferências da classe: comidas),
doces, etc);
• estabelecer agrupamentos de acordo com critérios: doce/ salgado;
• sequenciação de formatos de bandeirinhas.

. Ciências naturais:
• alimentos da festa junina (curau, pipoca, pé de moleque, etc);
• como é o sítio;
• como é a cidade.

. Ciências sociais:
• a importância do trabalho agrícola;
• a interdependência da zona urbana e rural;
• ouvir para compreender (Projeto Movpaz).

Julho/2009
Tema: Revisão dos conteúdos anteriores

Justificativa:
Retomar os conteúdos fixando que a harmonia, partilha, respeito e educação devem ser usados tanto no convívio escolar como o social.

Objetivos: específicos:
• Levar a criança a perceber que deve viver com educação, respeito e saber partilhar não somente seus bens, mais também a troca de conhecimentos, experiências, etc.

Conteúdo:

Conhecimento Lingüístico:
. Linguagem oral:
• ampliação do vocabulário;
• conversas sobre os trabalhos;
• histórias.

. Linguagem escrita:
• escrita de palavras significativas;
• desenhos de histórias;
• desenho livre.

. Expressão plástica:
• recorte/colagem;
• trabalho com massinha (livre);
• pintura (livre);
• cores (mistura de cores já trabalhadas).

. Expressão corporal e musical:
• brincadeiras diversas – pular corda, amarelinha, morto - vivo, passa anel, etc;
• localizar a direção do som.

Matemática:
• números (referente aos conteúdos já trabalhados);
• jogos.

.Conhecimento natural:
• alimentos;
• higiene.

. Conhecimento social:
• trabalho na nossa escola – arrumar a sala, cuidar para conservação da escola, cuidar do material da sala.


Agosto/2009
Tema: Aniversário de Piracicaba – Folclore – Dia dos Pais – Água

Justificativa:
Iniciar o conhecimento da sua cidade partindo do seu próprio meio (lar), mostrando seus pontos turísticos e manifestações folclóricas.
Valorizar e respeitar o pai.

Objetivos: específicos:
• Levar os alunos a perceberem que o folclore se manifesta em todos os dias de aula durante o ano;
• Levar os alunos a valorizarem a figura paterna;
• Levar os alunos a conhecerem a história de Piracicaba, seu rio e conhecer seus pontos turísticos preservando-os;

Conteúdo;

Conhecimento Lingüístico:
. Linguagem oral;
• músicas típicas (Piracicaba – Folclore);
• histórias;
• lendas;
• pesquisa e música para o Papai.

. Linguagem escrita:
• construção de livro com os pontos turísticos de Piracicaba;
• desenho (Piracicaba – folclore);
• reconhecer, ler e escrever letras do alfabeto contextualizadas.

. Expressão plástica:
• dobraduras;
• pintura – lembrança para o Papai;
• modelagem;
• desenho dos pontos turísticos de Piracicaba.

. Expressão corporal e musical:
• brincadeiras folclóricas;
• executar movimentos simples de braços imitando o professor;
• músicas populares e comemorativas.

Matemática:
• localização no tempo e sequenciação: antes/depois, ontem/hoje, etc;
• nossa cidade ontem e hoje.

.Conhecimento natural:
• Rio Piracicaba – água;
• importância da água no meio ambiente;
• peixes;
• lixo.

. Conhecimento social:
• Rio Piracicaba – ontem e hoje;
• como o homem utilizou o rio no passado e no presente;
• importância da água na vida das pessoas;
• como preservar o rio;
• promover um consumo responsável (Projeto Movpaz).

Setembro/2009
Tema: Primavera – Dia da árvore - Estações do ano

Justificativa:
Que as crianças através da observação da natureza percebam que as leis naturais não dependem totalmente da ação do homem e que devemos nos vestir de acordo com as condições do tempo.

Objetivos: específicos:
• Levar as crianças a saberem identificar as estações do ano e definir qual a roupa e alimento adequado a cada estação.

Conteúdo:

Conhecimento Lingüístico:
. Linguagem oral:
• música;
• histórias;
• pesquisa.

. Linguagem escrita:
• desenho;
• produção de álbuns;
• reconhecer, ler e escrever letras do alfabeto contextualizadas;
• colagem de galhos;
• confecção de dobraduras;
• pintura com esponja.

. Expressão corporal e musical:
• dramatização das estações do ano;
• escutar músicas clássicas.

Matemática:
• noções de números (trabalho com diferentes, quantidade);
• classificação (folhas, sementes);
• percepção da forma como atributo dos objetos;
• seqüências (trabalhar com sementes);
• comparação de quantidades;
• seqüências (montar cenas em seqüências lógicas - amanhecer, meio dia, entardecer, noite).

.Conhecimento natural:
• clima (em cada estação);
• dia e noite;
• partes da planta;
• plantio de uma semente (observar seu nascimento, regar, cuidar).

. Conhecimento social:
• as roupas de cada estação (como eram as roupas usadas pelas pessoas no início da nossa cidade);
• redescobrir a solidariedade (Projeto Movpaz).

Outubro/2009
Tema: Criança – animais

Justificativa:
Recordar com as crianças as antigas brincadeiras e da posse responsável.

Objetivos: específicos:
• Levar os alunos a perceberem que os animais são seres vivos;
• Levar os alunos a recordarem antigas brincadeiras.

Conteúdo:

Conhecimento Lingüístico:
. Linguagem oral.
• músicas diversas;
• histórias;
• conversas interativas;
• ampliação de vocabulário.

. Linguagem escrita:
• desenho (montagem de cartaz);
• reconhecer, ler e escrever letras do alfabeto contextualizadas.

. Expressão plástica:
• montagem (quebra-cabeça, palhaço, cartaz, semáforo, etc);
• construção (brinquedos);
• pintura com giz molhado;
• dobraduras de animais.

. Expressão corporal e musical:
• brincadeiras (bola, corda, amarelinha, etc);
• representação (teatro, música).

Matemática:
• seqüências (figuras geométricas, brincadeiras);
• seqüências de palavras (Amarelo, Bola, Criança. Dado, etc).

.Conhecimento natural:
• a criança (ECA - cuidado com a alimentação, higiene, saúde);
• cuidados com os animais-posse responsável;
• características de animais.

. Conhecimento social:
• a criança (ECA - direitos e deveres);
• animais na vida do homem (trabalho, alimentação);
• preservação dos animais (animais em extinção);
• rejeitar a violência (Projeto Movpaz)
Novembro/2009
Tema: – Diversidade Cultural (Dia da Consciência Negra)- Trânsito

Justificativa:

Valorizar todas as pessoas mostrando-lhes a sua forma de vida, alimentação, trabalho, música e dança,enfatizando o respeito à diversidade e mostrar a importância da obediência dos sinais de trânsito para a segurança.

.
Objetivos: específicos:
• Levar as crianças a respeitar e aceitar a diversidade;
• Levar os alunos a reconhecerem os sinas de trânsito.

Conteúdo:

Conhecimento Lingüístico:
. Linguagem oral:
• histórias;
• conversas interativas;
• ampliação de vocabulário.

. Linguagem escrita:
• produção de álbuns;
• reconhecer, ler e escrever letras do alfabeto contextualizadas;
• desenho.

. Expressão plástica:
• pinturas;
• montagem (semáforo);
• construção com sucata (carrinho, caminhão, etc);
• massa de modelar;
• Construção de painel sobre diversidade cultural.


. Expressão corporal e musical:
• brincadeiras;
• dramatização (sinais de trânsito);
• participação de jogos cantados.

Matemática:
• correspondência (pelo uso, forma, cor, tamanho, etc);
• noções de direção e sentido: para frente/para trás; para direita/para esquerda, para cima/para baixo, no mesmo sentido/em sentidos contrários, meia volta/ uma volta (de forma lúdica);
• idéia de quantidade;
• idéia de juntar e tirar quantidades.


.Conhecimento natural:
• importância da boa convivência com pessoas diferentes;
• a poluição (ônibus, carro, trem, etc).


. Conhecimento social:
• as ruas, avenidas, pistas (utilização);
• reconhecimento e valorização da diversidade dos grupos sociais em relação à etnia e cultura;
• respeitar e entender as diferenças (Projeto Movpaz).

Dezembro/2009
Tema: Natal (paz, amor, respeito).

Justificativa:
Despertar na criança todos os valores trabalhados durante o ano inserindo o verdadeiro significado do Natal.

Objetivos: específicos:
• Conhecer o verdadeiro significado do Natal.

Conteúdo:

Conhecimento Lingüístico:
. Linguagem oral:
• músicas natalinas e hino;
• histórias;
• conversas.

. Linguagem escrita:
• desenho (cartão);
• produção de livros;
• reconhecer, ler e escrever letras do alfabeto contextualizadas;

. Expressão plástica:
• confecção de cartões;
• pinturas;
• montagem de árvore de natal;
• dobraduras;
• construção de painel com tema Movpaz.

. Expressão corporal e musical:
• dança;
• representação;
• brincadeiras.

Matemática:
• seqüências numéricas (bolas coloridas);
• cores (enfeites).

.Conhecimento natural;
• alimentação (festa natalina);
• calor – cuidado com nosso corpo – água, alimentação leve.

. Conhecimento social:
• reunião familiar: respeito, amor, paz, alegria, etc;
• costumes da sociedade: troca de presentes, amigo secreto.


OBS1: As letras e numerais serão trabalhados no decorrer do ano contextualizado com o conteúdo desenvolvido.
OBS2: O planejamento é flexível.

AVALIAÇÃO

Objetivos:

A avaliação se destina a obter informações e subsídios capazes de favorecer o desenvolvimento das crianças e a ampliação de seus conhecimentos e dispondo dos principais elementos relativos as informações pode-se planejar, direcionar e redirecionar nosso trabalho cotidiano.
Desta forma, a avaliação não se fixa apenas em medir, comparar ou julgar, mas tem uma grande importância social e política no fazer educativo, estando presente em todas as atitudes e estratégias avaliativas que adota-se.
É necessário que a avaliação seja capaz de trazer elementos de crítica e transformação ativa para o trabalho.
Sendo assim, todos são objeto e sujeito da avaliação: professor equipe de orientação, supervisão e direção, funcionários da secretaria, cozinha, crianças, pais, pois todos constroem conhecimentos encontrando dúvidas e dificuldades, fazendo progressos e reestruturando suas formas de ação buscando alcançar os objetivos traçados.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

teatro para o dia das maes

Se Todas as Coisas Fossem Mãe

Se a lua fosse mãe, seria mãe das estrelas.
O céu seria sua casa, casa das estrelas belas.

Se a sereia fosse mãe, seria mãe dos peixinhos.
O mar seria um jardim e os barcos seus carrinhos.

Se a casa fosse mãe, seria a mãe das janelas.
Conversaria com a lua sobre as crianças estrelas
Falaria de receitas, pastéis de vento, quindins.
Emprestaria a cozinha pra lua fazer pudins !!!!

Se a terra fosse mãe, seria a mãe das sementes.
Pois mãe é tudo que abraça, acha graça e ama a gente.

Se uma fada fosse mãe, seria a mãe da alegria.
Toda mãe é um pouco fada...
Nossa mãe fada seria.

Se a bruxa fosse mãe, seria uma mãe gozada;
Seria a mãe das vassouras, da família vassourada.

Se a chaleira fosse mãe, seria a mãe da água fervida,
Faria chá e remédio para as doenças da vida.

Se a mesa fosse mãe, as filhas, sendo cadeiras,
Sentariam comportadas, teriam boas maneiras.

Cada mãe é diferente. Mãe verdadeira ou postiça,
Mãe vovó ou mãe titia, Maria, Filó, Francisca,
Gertrudes, Malvina, Alice.

Toda Mãe é como eu disse!

Dona Mamãe ralha e beija, erra, acerta,
arruma a mesa, cozinha, escreve, trabalha fora,
Ri, esquece, lembra e chora,

Traz remédio e sobremesa...

... Tem até pai que é "tipo mãe"...

Esse, então, é uma beleza !!!!!

Projeto Golfinho 2011















Projeto Corpo Humano

Atividade realizada para trabalhar os sentidos


quarta-feira, 20 de abril de 2011




Para complementar nossos estudos sobre o corpo humano,os alunos confeccionaram com potinho de pó Royal e bola de isopor um bonequinho. Dentro do corpinho colocaram figuras de alguns orgãos do corpo.

Dia da água









Este ano resolvi trabalhar o dia da água de uma maneira diferente. Confeccionei com os alunos enfeites para os canudinhos e na aula de culinária preparamos deliciosos sucos de frutas.

Barangandão

Os alunos divertiram-se confeccionando o barangandão e também brincando no pátio da escola.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Projeto Corpo Humano



Fizemos uma visita ao laboratório de análises clínicas e os alunos aprenderam um pouco sobre este trabalho.
A mãe de nossa coleguinha Gabriela Motta nos recebeu muito bem. Os alunos também aprenderam com as funcionárias do laboratório e tiveram uma palestra com a fonoaudióloga Mônica.

Parlendas

Finalizando as atividades com parlendas os alunos fizeram uma apresentação para a escola:


Sete, sete são quatorze
com mais sete vinte e um.
Tenho sete namorados
mas não gosto de nenhum.



Fui ao cinema,
nema, nema, nema

Vi um filme chato,
chato, chato, chato

Era de cachorro,
orro, orro, orro

Tinha carrapato,
pato, pato, pato.




Chove chuva chuvisquinho
sua calça tem furinho
Chove chuva chuvarada
sua calça está furada.


Hoje é domingo
Pede cachimbo

O cachimbo é de barro
Bate no jarro

O jarro é de ouro
Bate no touro

O touro é valente
Bate na gente

A gente é fraco
Cai no buraco

O buraco é fundo
Acabou-se o mundo