sábado, 10 de julho de 2010


A lagarta e a borboleta (Vera Guedes)

Era uma vez...
uma lagarta envergonhada,
que pelo chão se rastejava,
e todo mundo debochava:
Que lagarta desengonçada,
feia e maltratada!
Ninguém, dela gostava,
as pessoas, ela assustava.

Pobre Dona Lagarta...
muito triste ficou
e sentindo-se desprezada,
em um casulo se fechou.

E assim...
passaram-se os dias,
ninguém a sua falta sentia,
Até que em belo cenário,
enquanto o sol, a vida, aquecia,
e a rosa, o jardim floria,
em um galho pendurado,
o casulo se abria.

E uma linda borboleta,
de asas bem coloridas,
o casulo deixou,
alegrando nossa vida.

E todos viram o milagre,
que a natureza preparou,
a feia e envergonhada lagarta,
na borboleta se transformou.

Já não era desengonçada,
mas linda e cheia de graça.
E a todos superou.
Pois já não se rastejava,
pelo contrário, voava,
o céu, enfim, conquistou.

2 comentários:

VERA RIBEIRO GUEDES disse...

Olá Tia Angélica!
Sou Vera Ribeiro Guedes, autora do texto e fico muito feliz em vê-lo postado em um blog educativo como o seu. Visite o meu blog: www.verarguedes.blogspot.com
Você irá encontrar outras poesias educativas. Beijos, Vera.

Jacqueline Oliveira disse...

Lindo seu trabalho! Estou realizando meu primeiro sorteio em meu blog, passa por lá depois para ler as regrinhas, participar e me dar uma forcinha! Abraços! http://jacquelineamaeducar.blogspot.com/2011/09/sorteio-no-blog-jacqueline-ama-educar.html